Home Publicações O Seguro Prestamista em Tempos de Crise – Desemprego/Perda de Renda

O Seguro Prestamista em Tempos de Crise – Desemprego/Perda de Renda


Em março de 2020 a Confederação Nacional do Comércio divulgou o percentual de brasileiros endividados, o qual chegou a 66,20%. Segundo a fonte, em comparação com março do ano passado, o índice alcançou a “maior proporção da série histórica”.

Diante disso, ou seja, da radicada crise histórica que vem a assolar essa grande gama de brasileiros, o chamado seguro prestamista pode ser utilizado para o pagamento de dívidas em decorrência do desemprego, ou da perda de renda, no caso de autônomos. E ainda, como muitos devem saber, pode ser acionado por morte do titular ou invalidez.

Normalmente a contratação do referido seguro é para garantir operações financeiras, como empréstimo pessoal, cheque especial, cartão de crédito, consórcio e financiamento. Vale dizer que não é obrigatório, mas ao aceitar o consumidor paga o valor do seguro juntamente com as prestações do produto.

Para que o consumidor saiba quais as coberturas que seu seguro lhe garante, o mesmo deve exigir a chamada “apólice do seguro”, pois é na mesma que constará os sinistros a serem indenizados/cobertos.

Contudo, infelizmente, e não raras vezes, muitas seguradoras acabam negando o pagamento das indenizações securitárias a seus contratantes, obrigando os mesmos a acionar o judiciário para ter seu direito alcançado.

Assim, os casos são tratados à luz do Código de Defesa do Consumidor, o qual visa proteger o consumidor dessas práticas abusivas, vindo, então, o judiciário a ter de chancelar os pedidos dos lesados consumidores.

Profissionais


Fernanda Zamprogna Soares
OAB/RS 76.507
Atendimento online Atendimento online

Edegar dos Santos
OAB/RS 74.565
Atendimento online Atendimento online

Ezequiel Favaretto de Oliveira
OAB/RS 93.448
Atendimento online Atendimento online

Serviços

Copyright - Todos os direitos reservados Desenvolvido Parceiro Computador
Sala de Reunião